Escola de tempo integral - Educar Mais

Com a volta às aulas de forma integral nas escolas da rede municipal de Coronel Fabriciano, está de volta também o programa Educar Mais ou, como muitos conhecem, a escola de tempo integral. Diferente dos anos anteriores em que a extensão de horário era focada na diversão e no passatempo das crianças, o novo tempo integral é totalmente focado no aprender.

 

A gerente pedagógica da Secretaria de Governança Educacional e Cultura, Neuza Viana, diz que até as brincadeiras são pedagógicas. “Precisa ler, precisa pensar, precisa exercitar e precisa escrever. E aí a gente brinca escrevendo, joga escrevendo e lê o tempo todo. Isso melhora a formação acadêmica de cada aluno e até a linguagem. Todo aluno quer participar do tempo integral”, disse.

 

O Secretário de Governança Educacional e Cultura, Carlos Alberto Serra Negra, diz que o objetivo do programa é garantir o desenvolvimento e o aprendizado das crianças e adolescentes. “Estamos oferecendo reforço escolar, aulas de cidadania, esporte competitivo e lazer. Além disso, há uma regra no Educar Mais que considero também preciosa: Promover o convívio, combatendo a violência, os vícios e práticas prejudiciais à juventude”, disse.

 

Na Escola Maria da Conceição Ataíde, na Serra dos Cocais, o programa oferece aos alunos do 3º ao 9º ano aulas de informática, atreladas à agricultura familiar, com técnicas diferenciadas como o uso do georreferenciamento na propriedade.

 

As atividades são diversificadas para que não haja rotina. Neste ano, o programa foi ampliado abrindo mais portas aos interessados. No total, 15 das 24 escolas da rede municipal participam do Educar Mais. Crianças e adolescentes do 1º ao 9º ano passam a tarde em projetos que incluem judô, natação, basquete, vôlei, handebol e dança. O reforço pedagógico inclui aulas de matemática, português e educação física. No aspecto cultural, os jovens têm aulas de artes, artesanato e música (percussão).

 

PREVENÇÃO À COVID

Para retomar o projeto, a Secretaria de Governança Educacional e Cultura investiu na aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs) extras para os alunos, como máscara e protetor facial. Durante todas as atividades, os professores orientam sobre as formas de prevenção e os perigos da pandemia. Fábio José Ferreira, coordenador do Educar Mais, garante que os jovens também estão atentos à prevenção. “Todos estão usando máscaras e álcool em gel. E o distanciamento é respeitado conforme as normas do esporte”, disse.

 

O aluno Rafael Felipe diz que as atividades são atrativas e importantes para ele. “A gente fica fora de casa, eles me ajudam com o dever de casa e eu consigo brincar ainda. Isso é bom demais”.  Já a aluna Yasmin Alves valoriza o apoio dos professores. “Eles me ajudam com o que eu preciso. Se eu tenho dúvidas, posso perguntar e resolver aqui mesmo. Assim a gente fica mais preparada”, resumiu.