Fabriciano atinge 100% cobertura vacinal do público prioritário contra influenza

De acordo com o balanço realizado nesta sexta-feira, 31, último dia da campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza, o município de Coronel Fabriciano imunizou 100,35% do público-alvo, com um total de 29.401 pessoas vacinadas. A campanha, iniciada em 10 de abril, tinha como meta vacinar 90% de cada grupo de risco preconizado pelo Ministério da Saúde.

 

De acordo com a Coordenadora, Tatiane Cunha, o resultado é fruto de um trabalho de equipe intersetorial, envolvendo as secretarias de Saúde, Educação, Assistência Social. “As equipes se empenharam não somente para atingir as metas, mas também para garantir a proteção da população de Coronel Fabriciano”, disse. 

 

A campanha se encerrou nesta sexta-feira, 31, porém, a partir de segunda-feira, 3 de junho, as doses restantes estarão disponíveis nas unidades de saúde para a população até o fim dos estoques. Vale lembrar que as doses são fornecidas pelo Ministério da Saúde. Para receber a vacina, basta ir a Unidade de Saúde de referência com Identidade e Cartão de Vacina em mãos.

 

COBERTURA

A cobertura vacinal entre a população prioritária obteve resultados satisfatórios. A maior procura da dose foi entre as mães com bebês nascidos até 45 dias, com 108,28%, seguida dos professores (108,28%), e pessoas com comorbidades (107,71%), idosos (98,63%); crianças (95,98%); gestantes e trabalhadores da saúde, com 94,47%.

 

CUIDADOS

Apesar do fim da campanha, é muito importante manter o cuidado contínuo. Lembrando que estamos entrando no período de frio, cujo clima frio e seco propicia a propagação dos vírus da gripe e outras doenças alérgicas.


A vacina é uma das formas mais eficazes de prevenção do vírus, porém, existem outros meios de se prevenir: lave sempre as mãos, principalmente após tossir ou espirrar; utilize lenços descartáveis; deixe o ambiente sempre ventilado; não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos e talheres; evite aglomerações em épocas que o número de casos da doença for alto; etc.

 

De acordo Ministério da Saúde, geralmente os sintomas iniciais da Influenza começam com febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza, fadiga e tosse seca. Em casos mais graves, a gripe pode se apresentar com dificuldades respiratórias com necessidade de hospitalização e evoluir para óbito.

 

VACINAÇÃO NO CENTRO POP

Na próxima semana, a Secretaria de Governança de Saúde, em parceria com a de Assistência Social, realiza a vacinação contra a Influenza, para as pessoas assistidas pelo Centro de Referência para População em Situação de Rua (Centro POP). O objetivo é garantir a proteção deste público contra a os tipos mais agressivos da gripe.