Projeto inédito vai garantir assistência técnica habitacional aos moradores do Morro do Tomate

Os moradores do Morro do Tomate, um dos primeiros aglomerados de Fabriciano, receberão assistência técnica de interesse social (ATHIS). Trata-se do Projeto Calço, inédito na região, que vai oferecer orientações e suporte profissional visando mais qualidade e segurança nas moradias de famílias em áreas carentes. O projeto é um convênio institucional entre o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-MG) e a empresa One Consult, com apoio da Associação Solidariedade Brasil-Togo (ASBT), Unileste e Prefeitura.

 

O lançamento será nesta quinta-feira, 26, às 19h, no auditório Sr. Zezinho, no Unileste.  A palestra será ministrada por Leandro Fernandes, arquiteto e urbanista da CODHAB/DF, que falará sobre atuação do governo de Brasília em habitação de interesse social. O debate é voltado para profissionais, agentes públicos, entidades, estudantes e empresas da área de construção civil e arquitetura e urbanismo. Já o trabalho in loco com as cerca 80 famílias do Morro do Tomate começa em outubro e segue até março de 2020.

 

“O projeto é alinhado a Lei de Assistência Técnica 11.888/2012 e se propõe oferecer assistência técnica para as pessoas não construírem de qualquer jeito, para que tenha acesso a projetos e uma moradia de qualidade. Serão seis oficinas, com assuntos diversos, mas com foco na habitação social. Mas a proposta é replicar a iniciativa para outras comunidades de Fabriciano e também do Vale do Aço”, argumenta o consultor Roberto Caldeira, que vai coordenar o projeto.

 

INFRAESTRUTURA APÓS DÉCADAS DE ESPERA

A iniciativa vai complementar o trabalho da Prefeitura, que realiza obras de infraestrutura no bairro. São feitas reformas das escadarias para pedestres na Rua Sete e nos Becos Um, Três, Quatro e Sete e construção de uma nova rua de acesso na Alameda Quatro. O investimento é de R$ 268 mil, via compensação paga pela mineradora Vale ao município Há décadas, os moradores esperavam por melhorias e condições mais dignas de moradia.

 

Mais informações e participação na palestra pelo site: www.projetocalco.com.br